TOPO
O USO DO CALIBRE 9 MM PELAS FORÇAS DE SEGURANÇA E SUA EFETIVIDADE - Perspectivas
fade
5495
post-template-default,single,single-post,postid-5495,single-format-standard,eltd-core-1.0,perspectivas alto grau-ver-1.0,,eltd-smooth-page-transitions,ajax,eltd-grid-1300,eltd-blog-installed,page-template-blog-standard,eltd-header-vertical,eltd-sticky-header-on-scroll-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-default,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

O USO DO CALIBRE 9 MM PELAS FORÇAS DE SEGURANÇA E SUA EFETIVIDADE

Nathalie de Azevedo Kjaer (1)
Edson Juan Ferreira Nascimento (2)
Alan Jones de Azevedo Kjaer (3)
Rui Machado Junior (4)

1 Acadêmica de Direito do 5 semestre no Centro Universitário Estácio da Amazônia, (95)98104-5561, azevedo.nathalie@outlook.com, 2 Acadêmico de Segurança do Trabalho na Universidade Paulista, (95)981231264, edson_juann@outlook.com, 3 Graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará, (85) 987902236, jones_kjaer@hotmail.com, 4 Mestrando em Segurança Pública, Direitos Humanos e Cidadania (UERR), Especialista em Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (UFMG), Professor de Direito Penal e Direito Tributário do Centro Universitário Estácio da Amazônia e Escrivão da Polícia Federal.

 

Este trabalho trata do uso do calibre 9 mm pelas forças de segurança. Para isso, utilizou-se uma pesquisa bibliográfica de artigos. O calibre 9 mm é um cartucho de arma de fogo introduzido pelo fabricante alemão Deutsche Waffen und Munitionsfabriken, também conhecido por 9 mm luger, devido a Gerog Luger, que projetou esse projétil. As forças policiais costumeiramente utilizavam o calibre .40, entretanto o FBI, nos EUA, passou a utilizar o calibre 9 mm e, consequentemente, o Brasil aderiu. Contudo, Polícia Federal utiliza o calibre 9x 19 mm e, recentemente, conquistou o direito de uso exclusivo do Magnum .357. Dito isso, sabe-se que o calibre 9 mm é de uso militar, policial e civil, mas o que torna esse o calibre mais popular do mundo, embora muitos neguem, é o fato de sua letalidade e precisão de disparo, devido ao seu recuo ser menor, e também a maior capacidade de tiros em um carregador. Assim, os tiros de 9 mm são mais precisos e rápidos, e, se comparado a calibres maiores, proporciona os mesmos benefícios, porém, sem os malefícios dos grandes calibres, principalmente em custos com manutenção e munição. Mas, para se debater um calibre, deve se levar em conta outros fatores, como a ponta, ou o projétil é onde se deve concentrar a avaliação, pois, em meio aos calibres mais utilizados, como 9 mm, .40 e 0.45, sabe-se que alguns têm estatísticas maiores de falha durante um tiroteio. Para entender a realidade balística, é necessário entender que o que interessa para um policial, em um momento de tiroteio, é o poder de paralização de determinado calibre, e a 9 mm, por oferecer mais letalidade e poder de transfixação aliado a um recuo menor e menos chances de falhar, seria o calibre ideal. Entretanto, o famigerado stopping power não é muito bem visto pelos peritos médicos, pois, para alguns, o que realmente tem capacidade de parar um indivíduo não seria o calibre utilizado, mas o local atingido, como por exemplo, locais do sistema nervoso central, quais sejam, coluna, pescoço e região cervical. Conclui se que, em termos de penetração, a cavidade permanente e temporária e fragmentação, a migração das instituições para o calibre 9 mm trocou um carregador menor e um maior recuo por um projétil que, embora não aumente a capacidade de seus agentes, aumenta as chances de acerto e de linhas de resposta de tiro mais rápidas e precisas, dando-lhes mais chances de êxito.

Palavras-chave: Calibre, 9 mm luger, Calibre 9 mm, Polícia Federal.

 



REFERÊNCIAS

(Curtis, 2015) (Cordeiro, 2016) (Wikipédia, 2019).

Edson Juan Ferreira Nascimento

Avatar
Nathalie de Azevedo Kjaer

Avatar
Alan Jones de Azevedo Kjaer

Avatar
Rui Machado Junior

Avatar

Traduzir esta página para:



ABMLPM - Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas - afiliada à AMB
Escritório Administrativo - Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 – 7º andar – Bela Vista
São Paulo – SP – CEP: 01318-901
Fone: (11) 3101-5994 / Celular: (11) 9.7403-4818 (operadora Vivo)

126